Apostando na Copa do Brasil, o campeonato mais charmoso do país

Criado como um torneio de futebol secundário, com o passar do tempo a Copa do Brasil conseguiu se tornar um dos produtos mais atrativos do Brasil. Esse fato pode ser explicado: envolvendo tanto clubes famosos quanto os praticamente desconhecidos, a competição é muito democrática, e seu formato de mata-mata e uma excelente organização de gestão da comunicação são é que torna a Copa do Brasil tão emocionante e impressível.

Tendo em mente a popularidade da competição, não é nenhuma surpresa que quase todo site de aposta apresentá-la na sua lista de eventos esportivos. Então confira abaixo um pouco sobre a Copa do Brasil e como ela funciona para se dar bem nos palpites.

Histórico da Copa do Brasil

Como a Copa do Brasil é uma competição de futebol nacional do Brasil, é natural que os sites de apostas brasileiros todos os anos oferecem mercados em todas as fases do torneio. Quando se trata de formato, ela segue o modelo de torneios como a Copa da Inglaterra, Taça de Portugal, Copa do Rei, Copa da Escócia, entre outros, sendo disputada em formato “mata-mata“, onde os clubes que perdem são desclassificados da competição.

No início, a Copa do Brasil contava com 32 clubes em disputa, aumentando para 40 em 1996, e continuou a crescer até chegar a 69 equipes em 2000. Após esse período, o número se estabilizou em 64 times a partir de 2001, representando os 26 estados brasileiros e o Distrito Federal. A partir de 2013, ampliou o número de equipes para 86, com seis delas já classificadas para as oitavas de final. Entre 2017 e 2020, o número de participantes subiu para 91, sendo que 11 delas tinham suas vagas nas oitavas de final garantidas. Em 2021, a competição passou a contar com 92 equipes.

A partir de 2023, a Betano tornou-se o principal patrocinador da competição, levando ao seu renomeamento como Copa Betano do Brasil.

Entre as edições de 2001 e 2012, os clubes que participavam da Copa Libertadores da América não podiam disputar a Copa do Brasil no mesmo ano, devido a conflitos de datas com a competição continental. Portanto, o campeão da Copa do Brasil não conseguia defender o título na edição seguinte, pois se classificava para a Libertadores do ano seguinte. No entanto, desde 2013, o novo formato da disputa permitiu que os clubes que competem na principal competição de clubes de futebol do continente americano também possam participar da competição nacional brasileira.

Melhores casas de apostas para apostar no Copa do Brasil

Bônus de R$600

Receba 100% de bônus no seu primeiro depósito

Rollover

20X

Odds mín

1.85

Ganho máx

Comece a Ganhar

Early Payout

Ganhe antes do resultado final se seu time estiver 2 gols à frente

Rollover

1X

Odds mín

1.01

Ganho máx

Comece a Ganhar

Recompensa de R$700

Extra de 100% no primeiro depósito de até 700 BRL

Rollover

5X

Odds mín

1.4

Ganho máx

Comece a Ganhar

Benefício de R$1000

Estímulo de 100% de boas-vindas até 1000 BRL em esportes!

Rollover

15X

Odds mín

1.7

Ganho máx

Comece a Ganhar

Bônus de R$3500

Aproveite suas apostas esportivas com o bônus de recarga de 50% até 3,500 BRL

Rollover

8X

Odds mín

1.5

Ganho máx

Comece a Ganhar

O clube com maior número de títulos na competição é o Cruzeiro, com 6 conquistas, seguido pelo Grêmio, com 5, e pelo Palmeiras e Flamengo, com 4 cada. O Corinthians tem 3 títulos, enquanto o Atlético Mineiro tem 2. Outros 9 clubes venceram pelo menos uma edição, totalizando 15 clubes campeões.

São Paulo é o estado com mais títulos, com 10 conquistas. Apenas São Paulo e Rio Grande do Sul foram campeões de mais de uma cidade: Jundiaí, Santo André, Santos e São Paulo em São Paulo, e Caxias do Sul e Porto Alegre no Rio Grande do Sul. A cidade do Rio de Janeiro é a cidade com mais clubes campeões, sendo eles Flamengo, Fluminense e Vasco da Gama.

Três vezes o campeão da competição não estava na primeira divisão nacional naquele ano, sendo eles Criciúma em 1991, Santo André em 2004 e Paulista em 2005. Em duas ocasiões, o campeão da Copa do Brasil foi rebaixado à Série B nacional no mesmo ano: Juventude em 1999 e Palmeiras em 2012.

Conheça o sistema de disputa do torneio antes de apostar

Na Copa do Brasil, a competição segue o formato “mata-mata”, no qual dois times se enfrentam em duas partidas, sendo que cada equipe tem o direito de jogar em casa em uma das partidas. O time vencedor é determinado pelo maior saldo de pontos na soma dos placares das duas partidas e avança para a próxima fase e continua até o jogo final.

Em 1995, ficou determinado que, nas duas primeiras fases da competição, se o time visitante venceu o jogo de ida por uma diferença igual ou superior a três gols, estaria automaticamente classificado para a fase seguinte. No ano seguinte, 1996, foi estipulado que a diferença necessária para que um time visitante se qualificasse no jogo de ida seria de dois gols.

Se houver empate de pontos, seja com uma vitória para cada time ou dois empates, os critérios de desempate são determinados por: saldo de gols e por disputa de pênaltis.

Atualmente, a disputa continua adotando o mesmo formato de 2021, onde os times da Libertadores e outros “classificados automaticamente” entram na competição a partir da terceira fase, que é a fase imediatamente anterior às oitavas de final. Enquanto isso, os demais times precisam vencer duas fases antes de chegar a essa terceira etapa.

O critério de vagas para a Copa do Brasil é novo. Agora participam 70 representantes das 27 unidades da federação, escolhidos através dos campeonatos estaduais ou dos torneios regionais, conforme distribuição de vagas para cada unidade da federação.

Assim a classificação é construída desta forma: 5 vagas são para os dois estados melhores colocados no Ranking Nacional das Federações, do terceiro ao quinto no Ranking Nacional das Federações tem direito a 4 vagas, do sexto ao décimo quarto no Ranking Nacional das Federações tem direito a 3 vagas, do décimo quinto ao vigésimo segundo no Ranking Nacional das Federações tem direito a 2 vagas e do vigésimo terceiro ao vigésimo sétimo no Ranking Nacional das Federações tem direito a uma vaga.

Somando a estes times, entram os 10 primeiros colocados do Ranking da CBF, o campeão da Copa do Brasil do ano anterior, os seis primeiros colocados do Campeonato Brasileiro de Futebol da Série A, o campeão brasileiro da Copa Libertadores da América, o sétimo colocado do Campeonato Brasileiro de Futebol da Série A, ou o campeão brasileiro da Copa Sul-Americana, o campeão do Campeonato Brasileiro de Futebol da Série B, o campeão da Copa do Nordeste e o campeão da Copa Verde.

O time que vencer a Copa do Brasil ganha o direito de participar da prestigiada Copa Libertadores da América, um dos favoritos dos fãs de esportes e dos apostadores no geral. Inclusive, a Copa do Brasil é considerada como um atalho para a Copa Libertadores, pois uma equipe só precisa disputar, no máximo, 12 partidas.

O critério que usa o Ranking da CBF deve mudar a partir de 2024. Ao invés disso, as vagas deverão sair dos estaduais.

Jogadores artilheiros da Copa do Brasil Masculina 2022

Para comparar desempenhos e ficar de olho em jogadores que podem ser proeminentes na Copa do Brasil 2023, para acabar sendo bem-sucedido nas casas de apostas esportivas é importante avaliar como foi o desempenho dos principais artilheiros da edição anterior, já que a maioria deles tem participação confirmada este ano.

Dos mais de 200 jogadores que marcaram gols na competição em 2022, apenas 19 conseguiram a façanha de marcar 3 gols ou mais.

Abaixo é possível conferir quem são estes jogadores e o desempenho de cada um na Copa do Brasil em 2022. Entre os nomes, apenas dois devem ficar de fora da Copa do Brasil 2023.

Giuliano

Jogos9
Minutos jogados404
Gols marcados5
Assistências1
Cartões amarelos0
Cartões vermelhos0

O meia defendeu o Corinthians em 2022 e continua no time em 2023. Desta lista é o jogador com melhor aproveitamento, na relação entre o número de gols marcados e tempo de jogo.

Germán Cano

Jogos8
Minutos jogados686
Gols marcados5
Assistências2
Cartões amarelos0
Cartões vermelhos0

O atacante argentino jogou pelo Fluminense na competição em 2022 e deve continuar no time em 2023.

Edu

Jogos5
Minutos jogados404
Gols marcados4
Assistências0
Cartões amarelos1
Cartões vermelhos0

O atacante jogou pelo Cruzeiro em 2022. Atualmente está jogando fora do Brasil, no Dibba Al Fujairah dos Emirados Árabes Unidos.

Vina

Jogos5
Minutos jogados404
Gols marcados4
Assistências2
Cartões amarelos3
Cartões vermelhos0

Na Copa do Brasil de 2022 o meia defendeu o Ceará, mas na temporada atual ele está jogando pelo Grêmio. Desta lista, foi o jogador mais penalizado por cartões amarelos.

Luciano

Jogos9
Minutos jogados452
Gols marcados4
Assistências0
Cartões amarelos2
Cartões vermelhos0

O atacante defendeu o São Paulo em 2022 e continua no time em 2023.

De Arrascaeta

Jogos9
Minutos jogados726
Gols marcados3
Assistências1
Cartões amarelos1
Cartões vermelhos0

O meia uruguaio do Flamengo defendeu o time ano passado na competição e também deve continuar em 2023.

Yuri Alberto

Jogos6
Minutos jogados530
Gols marcados3
Assistências1
Cartões amarelos2
Cartões vermelhos0

O atacante jogou na competição em 2022 pelo Corinthians e também deve fazer o mesmo em 2023.

Yago Pikachu

Jogos4
Minutos jogados287
Gols marcados3
Assistências0
Cartões amarelos1
Cartões vermelhos0

Shaylon

Jogos7
Minutos jogados278
Gols marcados3
Assistências0
Cartões amarelos0
Cartões vermelhos0

O meia jogou a Copa do Brasil 2022 no Atlético-GO e deve continuar na edição deste ano.

Mário Sérgio

Jogos2
Minutos jogados145
Gols marcados3
Assistências0
Cartões amarelos0
Cartões vermelhos0

O atacante defendeu o Paysandu-PA na competição em 2022 e deve continuar em 2023 também.

Fabio Lima

Jogos2
Minutos jogados207
Gols marcados3
Assistências1
Cartões amarelos0
Cartões vermelhos0

O atacante jogou na competição em 2022 pelo ABC-RN e também deve fazer o mesmo em 2023.

Eduardo Sasha

Jogos2
Minutos jogados134
Gols marcados3
Assistências0
Cartões amarelos0
Cartões vermelhos0

O atacante defendeu o Atlético Mineiro-MG em 2022 e deve continuar pelo time na Copa Brasil 2023.

Nildo Petrolina

Jogos4
Minutos jogados355
Gols marcados3
Assistências0
Cartões amarelos1
Cartões vermelhos0

O atacante jogou pelo Juazeirense-BA na Copa do Brasil em 2022. Ele continua no time, mas o Juazeirense-BA está fora da competição neste ano.

Pedro

Jogos10
Minutos jogados754
Gols marcados3
Assistências2
Cartões amarelos0
Cartões vermelhos0

O atacante do Flamengo defendeu o time em 2022 na competição e deve continuar neste ano também.

Pablo

Jogos5
Minutos jogados360
Gols marcados3
Assistências0
Cartões amarelos1
Cartões vermelhos0

O atacante jogou pelo Athlético Paranaense na competição em 2022 e deve fazer o mesmo na Copa do Brasil 2023.

PH Ganso

Jogos7
Minutos jogados529
Gols marcados3
Assistências1
Cartões amarelos2
Cartões vermelhos0

O meia defendeu o Fluminense na competição em 2022 e deve repetir em 2023.

Élton

Jogos4
Minutos jogados233
Gols marcados3
Assistências0
Cartões amarelos1
Cartões vermelhos0

O atacante jogou pelo CSA-AL na Copa do Brasil 2022, mas atualmente está sem clube.

Silvio Romero

Jogos5
Minutos jogados235
Gols marcados3
Assistências1
Cartões amarelos1
Cartões vermelhos0

O atacante do Fortaleza deve continuar defendendo o time na Copa do Brasil 2023 também.

Vitor Roque

Jogos2 
Minutos jogados101
Gols marcados3
Assistências1
Cartões amarelos1
Cartões vermelhos0

O atacante do Athletico Paranaense também deve jogar na Copa do Brasil neste ano pelo time. Desta lista, é o jogador com menos tempo de campo.

Aposte na Copa do Brasil em 2023

A temporada 2023 da Copa do Brasil começou em fevereiro e alguns atletas já estão se destacando na competição. Porém, é muito cedo para definir quem serão os artilheiros deste ano, já que nem todos os times tiveram a sua estreia ainda.

Esta é a 35ª edição do torneio, realizado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), desde 1989. A competição será disputada até 23 de setembro e o clube campeão garante vaga na fase de grupos da Copa Libertadores da América de 2024 e na Supercopa do Brasil de 2024.

Das equipes que jogam na primeira e na segunda fase, 70 foram classificadas pelo critério do estadual:

Humaitá

São Francisco-AC

CRB

ASA

ASA

Manaus

Princesa

Trem

Atlético-BA

Jacuipense

Bahia de Feira

Caucaia

Ferroviário

Iguatu

Brasiliense

Ceilândia

Real Noroeste

Vitória-ES

Atlético-GO

Goiás

Vila Nova

Sampaio Corrêa

Cordino

Tuntum

Athetic Club

Caldense

Democrata

Tombense

Operário-MS

Cuiabá

União-MT

Nova Mutum

Remo

Tuna Luso

Águia de Marabá

Campinense

Botafogo-PB

Náutico

Retrô

Santa Cruz

Fluminense-PI

Parnahyba

Coritiba

Maringá

Operário-PR

Londrina

Vasco

Botafogo

Nova Iguaçu

Resende

Volta Redonda

ABC FC

América-RN

Real Ariquemes

São Raimundo-RR

Grêmio

Ypiranga-RS

Brasil de Pelotas

São Luiz-RS

Brusque

Camboriú

Marcílio Dias

Sergipe

Falcon

Bragantino

Ituano

São Bernardo

Botafogo-SP

Marília

Tocantinópolis

Pelo critério de melhores pontuações no ranking da CBF entram 10 equipes:

Santos

América-MG

Ceará

Bahia

Juventude

Chapecoense

Avaí

Vitória

Ponte Preta

Criciúma

Atualmente a Copa do Brasil está na segunda fase, e os sites de apostas já aceitam palpites na competição. Na terceira fase, que começa em abril, entram os 12 times que atendem aos maiores critérios para disputar a Copa do Brasil, logo eles ganham a vantagem de começar a disputar antes das oitavas de final. Neste critério entram os times da Libertadores, o campeão da Copa Verde, o campeão da Série B do Brasileiro, uma vaga da Copa do Nordeste e uma vaga pela classificação da Série A do Brasileiro. São as equipes:

Flamengo

Palmeiras

Internacional

Fluminense

Corinthians

Athletico-PR

Atlético-MG

Fortaleza

São Paulo

Cruzeiro

Sport

Paysandu

Então como agora você sabe tudo sobre esse campeonato tão atrativo, fique à vontade para navegar na nossa plataforma, escolher o melhor site de apostas para você e comece a palpitar!

Superliga C

A Superliga C do voleibol do Brasil foi criada para turbinar o desenvolvimento ...

Previous

Robôs de apostas: O que é e para que existem?

Next